terça-feira, 3 de julho de 2012

Hades - Resenha.

Olá pessoal, aqui novamente é o Fabricio, e hoje trago a vocês a resenha do livro Hades, que é o segundo da trilhogia "Halo" escrita pela autora Alexandra Adornetto, os livros foram lançados pela editora "Agir" aqui no Brasil.

ATENÇÃO: A RESENHA ABAIXO PODE CONTER SPOILERS SOBRE O LIVRO ANTERIOR.
Clique em "Leia mais clicando aqui" logo abaixo para ler o restante. 





Bethany Chuch é um anjo enviado a terra no corpo de uma adolescente de 17 para combater as forças das trevas.
Ela veio para cá, junto com seu irmão Gabriel, um arcanjo antigo e poderoso e Ivy, uma serafim também muito poderosa.
Beth só pensava em vencer o mal, mas ela acaba se apaixonando por Xavier, um garoto bonito e atlético que é representante da escola, mas por trás de toda a sua beleza se esconde uma profunda magoa.

Neste segundo livro da série, Xavier e Beth já estão juntos levando uma vida tranquila na pacata cidade de  "Venus cove", a única preocupação dos dois é a pressão do final do ano letivo chegando e eles terão que dar adeus a cidade e a escola.

Mas durante uma festa de dia das bruxas, na qual Xavier levou Beth tudo parece mudar.

Beth e seu grupo de amigas se reúnem em uma sessão espirita para invocar alguma alma perturbada que possa conversar com elas, era para ser tudo apenas uma brincadeira, mas todas ignoram os protesto de Beth e fazem a sessão assim mesmo, só que tudo dá errado e elas acabam libertando, não um espirito, mas sim Jake Thorn, um menino meio gótico que na verdade é um demônio de bela aparência que atormentou a vida dos anjos em "Halo" só que Gabriel conseguiu manda-lo de volta para o inferno.

Só que através do tabuleiro de Ouija que as garotas usaram na sessão, ele consegue voltar e quer vingança, ele acaba enganando Beth e a leva para o inferno a bordo de sua moto.

No inferno, Beth é cortejada como uma rainha por todos, porque ela é uma convidada de Jake, que é na verdade o príncipe do terceiro circulo de Hades.

Mas apesar de todos a tratarem com extrema educação e respeito, ela sabe que por trás de toda essa falsa moralidade existe um mundo cruel que a odeia por ser um anjo no inferno.

Beth vai padecer com as almas atormentadas no lugar mais temido pela raça humana e ainda por cima vai ter que aguentar a ausência daqueles que ama.

Bom, o que mais gostei no livro, foi que a autora nos revelou um novo inferno, nunca antes descrito por alguém. Esse inferno se resume a um lugar que parece uma cidade poluída, cheio de boates onde o pecado reina, no lugar do céu só ha escuridão e fogo e existe uma cratera no meio de tudo isso onde todas as torturas contra as almas ruins acontecem.

Beth certamente me irritou em certos pontos por sua narrativa ser muito melosa as vezes, mas eu não podia esperar outra coisa de um livro de romance não é? E sem contar que ela é também muito ingenua, mas no decorrer do livro ela vai parando de ser medrosa e burrinha.

Uma coisa que Alexandra abordou no livro, foi uma coisa que me deixou intrigado e eu já tinha pensado sobre isso, foi um dos motivos que me levaram a me tornar ateu.

Todas as pessoas não merecem o perdão de Deus? Então por que manda-los para um buraco de fogo cheio de terror? Isso nos faz pensar que Deus realmente é vingativo, por que isso para mim não é justiça, é apenas uma forma cruel de se vingar.

Todas as pessoas merecem uma chance um recomeço, se Deus levasse todas as pessoas diretamente para o céu, ao contemplar toda a sua glória certamente se arrependeriam a passariam a ser almas melhores, e por isso eu achava que seria melhor se as pessoas pagassem por seus pecados aqui na terra mesmo, para que quando morressem, pudessem viver em paz para sempre no céu.

Mas não, elas são lançadas em um abismo de fogo para sofrerem eternamente... Isso foi uma coisa que Beth pensou em determinada parte do livro, ninguém merecia passar por aquele sofrimento, ninguém mesmo, nem a pessoa mais inescrupulosa do mundo. Então se até um anjo pensa assim, por que Deus não poderia alterar suas ordens, destruir o inferno e o diabo de uma vez e salvar todas as almas para um recomeço? Mas é claro que essa é só a minha opinião, cada um tem a sua, então assim como expressei a minha nesse post, sintam-se a vontade para colocaram a opinião de vocês nos comentários.

Outro ponto forte do livro foi eles terem incluído Molly, a melhor amiga de Beth, de uma forma melhor do que no primeiro livro, neste segundo, ela vai ajudar Gabriel, Ivy e Xavier a livrar Beth das garras de Jake, ela desempenhou um papel importante na trama, sem contar que ela era a única responsável pelo pouco humor que a história contém.

Gostei bastante também de Hanna e Tucker, dois personagens que vivem no inferno como empregados e que ajudam bastante Beth.

Mas e vocês? leram o livro? se sim ou se não, comentem, todos os comentários serão bem-vindos, mas é claro que vou excluir todos aqueles que vierem faltando respeito comigo só por que sou ateu, é claro que vou excluir só depois de xingar muito ;)

Postado por Fabricio.

10 comentários:

  1. Adorei a sua resenha, sou cristã, porem não sou nada praticante, o que muitas vezes me faz levantar essas questões. Quanto ao livro, não li ainda essa serie, mas fiquei super curiosa, vc acha que tera continuação dessa serie?
    E parabens pelo blog!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Soraia, sim, será uma trilogia, o ultimo livro provavelmente será lançado ano que vem, se chama Heaven.
      Bjos.

      Excluir
  2. Adorei o 1°, e o 2° vai ser bom também..

    ResponderExcluir
  3. Comecei a ler o primeiro agora... Deve ser muito bom! ^^

    ResponderExcluir
  4. Ola Fabricio.Achei bem interessante sua resenha sobre o livro ainda não li,porém lembro que ano passado fiquei bem interessado no 1º Livro da Trilogia.Ainda não consegui comprar,mas irei.Principalmente sabendo que a continuação é ótima tambem.Queria que vc me tirasse uma dúvida,A Beth vira amiga ou algo mais do jake ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lipe, a Beth até aprende a conviver com ele no hotel em que ela fica aprisionada, mas ela não para de odiar Jake por te-la afastado das pessoas que ama, e a obsessão dele por ela só faz beth ficar com mais raiva, então a única coisa que Beth sente por Jake mesmo é raiva e até pena por ele ser uma criatura totalmente desprovida do amor.

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá eu li Halo e infelizmente não posso dizer que gostei. O livro começa tediante depois fica um pouco legal e volta ao tédio. Hades, na minha opinião nem precisava ser escrito a autora poderia ter passado direto para heaven aproveitando alguns capítulos de hades. Beth não apredeu nada e est´s cada vez mais burrinha. O fato dela ter confiado num demônio e quase ter se entregado a ele só prova sua total ignorância.Desculpe mas não achei que é um bom livro.
    http://merosemilay.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá eu li Halo e infelizmente não posso dizer que gostei. O livro começa tediante depois fica um pouco legal e volta ao tédio. Hades, na minha opinião nem precisava ser escrito a autora poderia ter passado direto para heaven aproveitando alguns capítulos de hades. Beth não apredeu nada e est´s cada vez mais burrinha. O fato dela ter confiado num demônio e quase ter se entregado a ele só prova sua total ignorância.Desculpe mas não achei que é um bom livro.
    http://merosemilay.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu amo essa trilogia, o segundo livro foi o mais fraquinho, mais não deixa de ser bom*-*
    http://mundo-daisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir