quarta-feira, 3 de abril de 2013

A hospedeira - Crítica

Olá pessoal, aqui é o Fabricio e hoje venho fazer a critica do filme A hospedeira adaptação do livro homônimo escrito por Stephenie Meyer e já foi resenhado aqui no blog, para acessar a resenha clique aqui.

A música tema do filme também já foi analisada pela Nicole aqui no blog, para acessar a crítica clique aqui.
No futuro, o mundo foi invadido por uma raça alienígena, que usa nossos corpos como hospedeiros. Eles nos capturam e inserem a especie deles - denominadas "almas" - em nossos corpos, nossa mente desaparece e as almas seguem nossa vida sem alteração.

O mundo está em paz, as almas cuidam melhor do planeta do que nós cuidávamos, todos praticam honestidade e bondade, não existem pessoas más e tudo está em perfeita ordem.

Mas claro, ainda existem grupos de resistência humana, que vivem escondidos para não ser capturados e terem seus corpos usados e suas mentes extraídas.

Um desses humanos é Melanie Stryder, uma garota de 20 anos, que após cair em uma armadilha dos buscadores, acaba tentando se matar para não ser capturada pelas almas - Mas seu corpo acaba sendo curado e a alma de Peregrina, uma alien que já esteve em diversos planetas é inserido nele.

Mas Melanie é forte e se recusa a desaparecer, assim as duas começam a ocupar o mesmo corpo, e as emoções do corpo de Melanie são ainda mais fortes e Peregrina passa a amar o mesmo homem que Melanie: Jared. Ambas saem em uma busca, como improváveis aliadas em busca de Jared, uma busca que pode colocar a existência de todos em perigo.



Posso começar, dizendo que o filme ficou realmente bom! Me surpreendeu em várias cenas, mesmo eu já tendo lido o livro.

Vi muitas pessoas comentando o fato de terem odiado o livro e amado o filme. Antes de o filme lançar os únicos comentários que eu escutava eram: Esse deve ser um dos únicos filmes que é melhor do que o livro.

Não sei bem o que dizer quanto a isso, amei tanto livro quanto filme por igual, acho impossível dizer qual deles é melhor.

Mas no livro, acho que autora conseguiu desenvolver bem a situação - Stephenie Meyer me surpreendeu mesmo, afinal odiei crepúsculo com todas as minhas forças - Desde o momento da chegada de Peregrina ao grupo de humanos, o modo como ela foi odiada no começo e depois começaram a gostar dela foi muito bem desenvolvido, a autora soube quando as pessoas começariam a gostar de Peregrina e a aceitar que Melania ainda estava dentro dela.



Já no filme, apesar de bom, me senti dentro de um resumo, na verdade após eu ler um livro grande - A hospedeira tem mais de 500 páginas - E assistir a adaptação depois, me sentia dentro de um resumo.
Foi um tanto esquisito ver os acontecimentos que eu demorei dias para ler, passaram em questão de minutos na frente dos meus olhos.

Mas no geral, a adaptação foi fiel, claro, mudaram algumas cenas, alguns personagens, mas nada que alterasse a história radicalmente.
O filme conseguiu ser suficientemente fiel até em alguns diálogos, em uma cena enquanto a dubladora falava, eu não pude de deixar de continuar a frase junto com ela.

Você é a criatura mais pura e bondosa que conheci Peregrina, o universo vai ser um lugar sombrio sem você. 
Enfim, o filme teve um ótimo elenco, que inclui Max Irons(A garota da capa vermelha) e Jake Abel o nosso querido Luke Castellan em Percy Jackson, vale a pena destacar também a ótima atuação da Diane Kruger, uma das minhas "vilãs" mais queridas.

O filme também foi bastante divulgado, passava várias promos dele na TV e vários cartazes eram espalhados pelos cinemas do mundo todo.


Abaixo você pode conferir o teaser e os dois trailers do filme:

                                        


                                       

                                       

7 comentários:

  1. Oie :)

    Eu adorei A Hospedeira , essa foi uma adaptação que eu gostei mais que o livro sinceramente o filme foi perfeito , nunca vou esquece-lo vai fazer parte da minha vida , beijos !!!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Estou bem curiosa com relação ao filme, mas como ainda não li o livro, não tive coragem de ir assistir ainda!

    ~Glaucia

    www.leitorait.com

    ResponderExcluir
  3. Livro perfeito, ate esquicei que era ficção. Impressionante! O filme é bom, porem deixou a desejar, nao dá tanta emoção quanto o livro. Abraço, super recomendo. Paz & luz. =D

    ResponderExcluir
  4. Oi adorei.. muito obrigado, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir
  5. Honestamente, li o livro primeiro, me encantei com a profundidade das emoções, com a sensibilidade e o processo pelo qual a protagonista passa. O filme é um fracasso, omitindo grande parte desse processo, uma produção fraca e que não representa a história tão bonita e reflexiva que é "A Hospedeira".

    ResponderExcluir
  6. Caramba, sem querer vi o filme, pois o título não me atraia muito, na TV a cabo da praia, e achei tudo tão cheio de interesse que em meu monitor ultrawide 21:9 revi o filme na tela do meu PC, logo que cheguei de férias. Os detalhes de imagem são muitíssimo interessantes, o visual geral é limpo, o foco a respeito da visão Peg X Mel é uma con-fusão que nos deixa a pensar se devemos realmente ficar por aí vivos desse modo - nos matando e ao planeta - ou vegetar em paz, premissa direta deste filme repleto de dilemas. Um 8 seria nota bem dada...

    ResponderExcluir